terça-feira, junho 16

X - Moradias

-- Pça. Roosevelt - arqDoc





[Vista Panorâmica do centro de SP - arqDoc]



Entrar na casa de alguém desconhecido e presenciar uma intervenção artística - uma mini-peça de teatro, uma performance, uma instalação, ou da documentação do cotidiano real dos próprios moradores. Esta é a idéia de X Moradias, que acontecerá entre os dias 23 a 27 de junho em São Paulo, revelando uma inusitada cidade e seus surpreendentes protagonistas. Os participantes de X Moradias São Paulo irão explorar a pé um percurso por vários apartamentos e outros tipos de moradias nos bairros de Santa Cecília, República, Consolação, Higienópolis e Bela Vista, tendo como ponto de partida o SESC Consolação.


Os espectadores – 2 a cada vez - escolhem um dos três percursos distintos que os conduzem a sete residências. Eles e recebem descrições detalhadas dos caminhos e talvez descubram o cotidiano do cidadão paulistano, seu rosto, biografia, as estruturas arquitetônicas e sociais de sua moradia. Uma mistura de ficção e realidade, teatro e dia a dia, intimidade e espetáculo.
Idealizada por Matthias Lilienthal, diretor artístico do teatro Hebbel am Ufer (HAU) da Alemanha, X Moradias já foi apresentada nas cidades de Duisburg, Berlim, Istambul e Caracas, e conta com a participação de artistas nacionais e internacionais, além dos
próprios moradores.

14h/19h
SESC Consolação
Rua Dr. Vila Nova, 245

R$ 2 a R$ 10

Tel. 11 3234 3000

quarta-feira, janeiro 7

la Muse endormie

Brancusi Constantin 1910 Bronze Sculpture
Metropolitan Museum of Art Picture Européenne Moderne
Collection Alfred Stieglitz

em todo o espaço circundante ela reflete e funde-se ao próprio espaço
[nos vemos no objeto]
[o objeto não se separa do observador]

eis' o objeto - obra de arte'

#reflexão&trasparência

[estrutura-se sem pedastal] cria sua própria base insinua evoca sua própria escala redimensionado a relação com o usuário
vê-la: significa ver simultaneamente frações refletidas do ambiente
vê-la de perto: significa ver-se vendo

as ressonâncias&sintomas no campo do pensamento&produção desse conhecimento evoca um novo sentido a escultura /arte&espaço

quarta-feira, dezembro 31

Overrr

'Protocolos críticos' produzido no contexto do programa 'Rumos Literatura', do Itaú Cultural, os 16 ensaios dos novos nomes da produção crítica brasileira, que se inserem no momento de uma literatura brasileira revigorada.

O Overmundo como parâmetro de uma crítica digital?
E ouve seu grito eletrônico

O Overmundo tem de superar o karma' do consenso vazio ou a iniciativa terminará caindo num caminho sem volta: ou o da censura editorial dos jornais, ou da superficialidade geralmente acusada em blogs. É preciso encontrar um meio-termo, se desvencilhar dos caminhos preconcebidos, da quantidade-limite de palavras e termos e da falsa convergência inconvergente. Trata-se de uma busca por um antiformato - que nem precisa ser tão 'anti assim - mas que nos compreenda, não nos rotule e nos posicione enquanto tal. As expressões são multimidiáticas e precisam revelar a mescla de linguagens dos contructos discursivos que são. Também acredito que não precisamos nos apegar aos que pretendem explicar a arte em critérios científicos e rígidos ou, por outro lado, meramente descrever e contar sinopses. a própria arte não pede essa domestificação: o que caracteriza o trabalho artístico é a impossibilidade de redução no enigma criativo [...]

Rodrigo Almeida - jornalista pela UFPE Recife - BR
Ed.Iluminuras, p.85

domingo, dezembro 28

Faxinal do Céu

por José Bechara


Vista parcial Faxinal das Artes/Paraná 2002




Berço Da série Nova, 2004 Fotografia 125x155 cm Tiragem de 10 Rio de Janeiro, Brasil



Vista parcial Faxinal das Artes/Paraná 2002

[>]

photo
Dedina Bernardelli
Vicente de Mello

domingo, novembro 30

SOFÁ, SO GOOD


a função vem sempre antes da forma -

quinta-feira, novembro 6

design: quo vadis?

Em ocasião da semana Viver Design em SP, os centros acadêmicos dão espaço aos questionamentos sobre a formação dos próximos designers no Brasil.

O Curso de Design da FAUUSP é novo, está em sua terceira turma e abre importantes perspectivas de ensino, pesquisa e extensão nas áreas de Design do Produto e Design Visual. Sendo um curso da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, o ensino de design entrecruza-se com as questões do ambiente, edifício e cidade. Por outro lado, implementam-se disciplinas que discutem meios de produção e comunicação, envolvendo novas tecnologias, em trabalho conjunto com outras unidades da USP: Poli, ECA e FEA.

O Seminário 'Design: quo vadis?' tem como objetivo suscitar a discussão sobre o campo do design, no eixo epistemológico e de suas práticas. A motivação para tal debate surge da rotina do próprio curso, da necessidade de reflexão e avaliação de sua estrutura curricular, de afirmação da sua identidade. Busca-se compreender o design como disciplina, com um corpus de conhecimento específico, estabelecendo-se vínculos com a atuação de designers contemporâneos.


FAU_USP
Rua do Lago, 876

Cidade Universitária, São Paulo.

quarta-feira, novembro 5

KM.M.MM


Em iniciativa inédita a Secretaria Municipal de Relações Internacionais que tem como objetivo promoverem internacionalmente o design paulistano.

Mostrar e discutir os rumos do design, através do:

Habitar Pensar Usar Vestir Comunicar


Incluindo o design sustentável como ferramenta através dos diversos eventos [seminários, palestras, exposições e oficinas] que procuram estabelecer uma relação mais democrática do design e suas vertentes na cidade de São Paulo.


3 - 9

novembro

2008

segunda-feira, outubro 27

Karim Rashid























O Instituto Tomie Ohtake traz pela primeira vez ao Brasil uma exposição do celebrado designer Karim Rashid, apresentando um panorama significativo de sua obra. A maioria das peças reunidas na mostra, com curadoria de Albrecht Bangert, pertence ao acervo do museu alemão Die Neue Sammlung, de Munique.
até 4 JANEIRO 2009

segunda-feira, outubro 6

quarta-feira, outubro 1

Lo Espejo

Elemental by Alejandro Aravena



Este projeto fora financiado pelo Fundo de Solidariedade da Habitação MINVU.
Constitui a primeira etapa do local do acampamento turbinas, o maior em Santiago, Chile.




No primeiro andar, um contínuo nível de 15 lares, que crescem horizontalmente ao quintal. A profundidade destes permitide acesso ao corredor das casas sem sacrificar o crescimento de metros quadrados.
Em todas as casas, construido os duplex, com acesso direto a rua, evitando os conflitos gerados por circulações comuns. A primeira metade dos departamentos de até metade da fachada do edifício, de forma que os outros 50% da imagem final de construção do projeto, fica a cargo dos proprietários.

quarta-feira, setembro 24

Condensadores Urbanos

A editora MackPesquisa lança a obra de Igor Guatelli, professor da FAU-Mackenzie, que apresenta a transformação do baixio do Viaduto do Café, no bairro da Bela Vista, em uma academia de boxe e local de atividades culturais comunitárias, trabalho voluntário realizado pelo ex-boxer amador Nilson Garrido e sua companheira Cora Batista. Na ocasião será exibido o dvd que acompanha o livro, e haverá um debate, com participação do autor da obra, da profª Dra. Lizete Maria Rubano e do prof. Dr. Antonio Carlos Sant’Anna Jr., ambos da Universidade Presbiteriana Mackenzie (FAU).


O evento busca promover uma reflexão sobre a possibilidade de se atribuir novos sentidos a espaços não-projetados, como o baixio de viaduto. Serão abordadas as potencialidades e eventuais desdobramentos de uma associação entre a constituição de uma máquina social e uma proposta arquitetônica que visa ao fortalecimento desta ação.


Mesa-redonda e lançamento: 30 de setembro, a partir das 19h30 - gratuito

Museu da Casa Brasileira

quinta-feira, agosto 28

Ensaio sobre a Cegueira


A cidade sem manutenção exibe a podridão. A propriedade privada desconexa se extingue.

Fernando explora os limites humanos, através do caos que se torna a vivência de um lugar esquecido pelo mundo, sem regras e repleto de necessidades. O trágico cada vez mais conflitante, os valores variáveis, o animalesco.



Hélvio Romero/AE


segunda-feira, agosto 25

Útero


Sobre a casa da infância, cantor & compositor Tom Zé dita:

' Saudade, proteção e um terror enorme. Um dia em que desci para o quintal, na parte que ficava à janela do quarto de dormir, e descobri que eu já tinha um passado enorme'



Trip _ ano 20 set/2007 nº159 // Entre sem bater

quarta-feira, agosto 20

Planta

S/T - serigrafia. 50X70
- B'NAI B'RITH



- Toillete. Col. Daros Latinoamérica,
Zurique, Suiça.



Léon Ferrari propõe o que se diz respeito dos suportes habituais, zombar dos opressores da cera trágica, confundir o público e o privado de uma cidade – as ruas e a intimidade das casas – numa planta gigantesca onde as escalas de vida social se entretecem as heliografias urbanas em papel de planta são um dos maiores proveitos desse trabalho. São obras em que aquela passagem do caos às caixas e gaiolas se inverte. Parte de estruturas que todos consideramos exemplos de ordem – planta de residências e cidades, tabuleiros de xadrez, o desleixo reiterativo da selva – e transforma suas regras básicas. O rei preto com a rainha branca, e o branco com a preta.




terça-feira, agosto 12

A Casa Xinguana

19/8/2008, 19h

o Museu da Casa Brasileira realiza mesa-redonda sobre este tipo de habitação / seu contexto cultural e social
&
a dimensão histórica da ocupação do território brasileiro pré-descobrimento






Exposto




O que? ArtDeco Brasileiro
Quando? Até 05 de outubro de 2008
Onde? Pinacoteca do Estado de São Paulo
De quem? Coleção Fulvia e Adolpho Leirner

Surgiu? Exposition Internationale des Arts Décoratifs et Industriels Modernes, Paris em 1925
Idéia? decorativas oriundas de culturas indígenas e de velhas fontes do primitivismo clássico





Á comunidade do Pirajussara





Morar na periferia de São Paulo é muchar ou se xingar por dentro,no transporte que é uma epopéia podre,humilhante, até à escravidão das cozinhas,escritórios ou esquinas do centro a cada dia. (Será que já é morada de aluguel, a condução que toma até seis horas por jornada? Que cobra preços de litro de leite, cada vez que rodamos a catraca?). “Esconde o endereço, fio. Põe o da vó!”, pra conseguir registro em carteira. Morar nas bordas da cidade é sonhar abrir uma birosca na entrada, colada no portão. Planejar um comércinho pra aliviar a carga, remediar o prato. É zonzeira e o necrotério dos prontos-socorros, açougues de avental branco, com três vigias pra cada médico.
É temer a chuva, com esgoto transbordando e se exalando, se convidando pra visitar o mocó.O bueiro metralhando as narinas. Há quem chegue a passar o papel higiênico no ar, querendo limpas a brisa. Córreguinhos: a saliva cariada da cidade. Aluga alaga aluga alaga. Tábua, tomba, tauba, taba.




>>> trecho de: Morada >>> Edições Toró :::
fotografias de Guma
escritos de Allan da Rosa




gumafotos@gmail.com
letradarosa@yahoo.com.br

segunda-feira, julho 14

Interatividade





A superfície da HypoSurface desenvolvido nos Estados Unidos, é um painel deito por um intrincado de sistema de pistões que empurram uma superfície de metal e borracha que se desloca até 60 centímetros para frente e chega a produzir ondulações em velocidade de 96Km/h. Pode exibir mensagens, palavras, imagens, jogos, logotipos, sons, explorando o potencial da tecnologia digital com o melhor do design. O produto fora desenvolvido pelo professor de Massachussets Institute of Tecnology (MIT) e CEO do HypoSurface Corp, Mark Goulthorpe, somado a um time de designers e engenheiros. Ganhou prêmios internacionais na área de design e tecnologia em Taiwan, Alemanha e Reino Unido.

domingo, julho 6

Batti's Placentero Chair


Batti, um jovem designer argentino da Brion Arte Industrilal, criou a Placenta Chair, uma cadeira feita de fibra de vidro. Batizada em sua terra natal como Placentero, nome que se remete ao período da gestação, a cadeira apela pelo aconchego. Se para algumas mães o prazer da gestação é discutível, não se pode dizer o mesmo da cadeira. Além de proporcionar conforto extremo e dar a sensação de segurança, nela é possível fazer qualquer movimento e testar posições (exatamente como um bebê que vai descobrindo o espaço ao seu redor), já que fica sempre estável, até mesmo de ponta-cabeça. O designer conta que para chegar ao formato ideal fez estudos sobre as experiências do comportamento humano antes do primeiro aniversário. A partir daí, o design veio naturalmente, num insight. “A cadeira foi feita para conectar as pessoas a si mesmas”.


segunda-feira, junho 30

domingo, junho 29

ao casa.com sobre meu bairro

O MC´Donald não realiza entregas na minha zona
CEP registrado nas Casas Bahia

Minha avó dorme num quarto de azulejos
veste a casa de fotos
seu marido colecciona bancos

quintal com quatro casas:
Não moro sossegado, o aluguel come no meu prato.*


garagem e armários as quinquilharias
os degraus do quarto encaminham á lavanderia
TV maior que a estante
sem canal privado
arquitetura nula
mas temos churrasqueiras]

mercearias empoeiradas e estreitas com seus chocolates amanteigados embrulhados em guarda-chuvinhas
coxinha á 0,50
torresmos & salsichas de vitrine
bares & igrejas nos intertem
há sempre uma nova obra de combate ás enchentes
constroem parques ecológicos e quadras de futebol





Meu esgoto corre a céu aberto.






















{registro fotográfico: Barbaro Rosa}





*Damião Cordeiro

sábado, junho 28

Käthe Kollwitz














A casa em que ela viveu e trabalhou é agora um museu.

terça-feira, junho 24

Greg Lynn Form








Blobwall
, fora desenvolvido pela Panelite


independente para interiores & exteriores
baixa densidade, reciclável, resistente de polímeros